Novo edital prevê passagem a R$ 3,43 – R$ 1,32 mais barata – em Jaraguá do Sul

Segundo Írio, a queda será possível graças à otimização dos itinerários, à redução da chamada quilometragem morta e à previsão de aumento no número de passageiros.

“Com segurança nos horários, itinerários inteligentes e preço bom, a tendência natural é de aumento da demanda”, pontua o diretor.

A previsão é que os envelopes com as propostas das empresas interessadas sejam abertos no dia 10 de outubro. O edital ficou pronto depois de três anos de minucioso trabalho do setor.

Texto de Patricia Moraes
Fonte: OCP News

Linhas de ônibus dos terminais Itaum e Iririú vão mudar em Joinville

Foto: Diego Lip

A partir de 30 de julho, o sistema de transporte coletivo de Joinville terá mudanças. Após um estudo, a Seinfra e as empresas que operam o transporte coletivo definiram um novo projeto para as linhas que compõem as estações do Iririú e do Itaum.

Segundo a Prefeitura de Joinville, o objetivo é ampliar a abrangência das linhas, o atendimento aos clientes e oferecer mais segurança aos passageiros. O formato atual foi implantado há mais de 15 anos e durante esse tempo houve apenas mudanças pontuais em linhas e itinerários.

Mudanças na Estação Iririú
Linha 0220 – Novos Horizontes via João Reinhold
Terá novo trajeto, com a unificação dessa linha com a linha 0221 Iririú e passará a atender à Rua João Reinhold.

Linha 0226 – Iririú via Novos Horizontes
Terá novo trajeto, unificando as linhas 0220 Novos Horizontes e 0221 Iririú. Trajeto semelhante ao da linha 0220, porém fará o retorno pela “Curva do Nereu”.

Criação da linha 0228 – Circular Cegonhas
Para atender às ruas Senador Rodrigo Lobo, Cegonhas e Xaxim, que deixará de ser atendida pela linha 0236.

Linha 0231 – Aventureiro Cohab
Terá novo itinerário, aumentando a segurança no desembarque dos alunos da escola municipal Curt Alvino Monich.

Criação da linha 0232 – Aventureiro Circular
Terá novo trajeto para oferecer mais segurança viária na Rua Tuiuti e reduzir o tempo de deslocamento da Estação Iririú para o PA Leste.

Linha 0236 – Paraíso/Iririú
Terá novo trajeto, redução do tempo de viagem, pois deixará de passar pela Rua Xaxim, que será atendida pela linha 0228 Circular Cegonhas.

Linha 0237 Parque Joinville
Passa a ser circular, com novo trajeto, ampliando o atendimento do bairro, passando também pelas ruas Martinho van Biene, Ivon Curi, Atilio Domingos Sdrigoti e Carlos Roberto Vilpert.

Mudança da Estação Itaum
Linha 1220 – Paranaguamirim circular
Terá novo itinerário, com a unificação das linhas 1211 e 1212.

As demais linhas das duas estações tiveram apenas ajustes nos horários. Mais informações no site, pelo 0800 47 5001 ou com o supervisores nos terminais.

Texto de Felipe Silveira
Fonte: O Mirante

ANTT autoriza supressões de serviços da Catarinense


Nesta segunda-feira, 23, a ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres atendeu pedidos da Auto Viação Catarinense para a supressão dos seguintes atendimentos, para se adaptar às mais recentes alterações destas linhas:

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Curitiba (PR) – Florianópolis (SC), prefixo nº 09-0042-00

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Foz do Iguaçu (PR) – Joinville (SC), prefixo nº 09-0219-60

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Curitiba (PR) – Piçarras (SC), prefixo nº 09-0037-00

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Curitiba/PR – Porto Alegre/RS e suas seções, prefixo nº 09-0031-30

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Porto Alegre/RS – Joinville/SC, prefixo nº 10-0000-30

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Campo Mourão (PR) – Aparecida (SP), prefixo nº 09-0334-00

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Curitiba (PR) – Brusque (SC), prefixo nº 09-0009-00

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Curitiba (PR) – Itajaí (SC), prefixo nº 09-0007-00, e suas seções

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Curitiba (PR) – São Francisco do Sul (SC), prefixo nº 09-0232-60

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Foz do Iguaçu (PR) – Balneário Camboriú (SC), prefixo nº 09-0220-60

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Curitiba (PR) – Criciúma (SC), prefixo nº 09-0370-00

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Curitiba/PR – Taio/SC, prefixo nº 09-0011-00, e suas seções

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Foz do Iguaçu/PR – Rio do Sul/SC, prefixo nº 09-0035-60

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Curitiba (PR) – Blumenau (SC), prefixo nº 09-0227-00

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Curitiba (PR) – Ijuí (RS), prefixo nº 09-0023-00

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Curitiba (PR) – Lages (SC), prefixo nº 09-0221-00

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Criciúma (SC) – São Paulo (SP), prefixo nº 16-0000-30

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha São Paulo (SP) – (SC), prefixo nº 08-0003-60

– Deferir o pedido da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA. para a supressão da linha Curitiba (PR) – Florianópolis (SC), prefixo nº 09-0042-00

– Alterar a Licença Operacional – LOP nº 92 da empresa AUTO VIAÇÃO CATARINENSE LTDA., conforme modificações operacionais deferidas

Segundo as deliberações, não significa que as ligações deixam de existir, mas que houve alterações na licença e em alguns atendimentos.

Informações de Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes
Fonte: Diário de Transporte

Verdes Mares adquire dois novos veículos

A Viação Verdes Mares, que opera no transporte coletivo urbano em São Francisco do Sul e em Araquari, além do transporte intermunicipal de passageiros entre São Francisco do Sul, Araquari, Balneário Barra do Sul, Joinville e Barra Velha adquiriu recentemente duas unidades do modelo Caio Apache Vip IV com chassi Mercedes-Benz OF-1721 BlueTec5 equipadas com ar-condicionado, bagageiro, cinto de segurança, poltronas com estofamento e porta USB.

São as primeiras unidades da marca Caio compradas pela empresa além de uma quebra de jejum de 9 anos sem comprar Mercedes-Benz para o setor intermunicipal (no urbano de São Francisco foi adquirido um exemplar em 2013).

A Verdes Mares acompanha a tendência da empresa Gidion, do mesmo grupo, na compra de carrocerias da marca Caio. Até o final do ano é prevista a aquisição de novos ônibus para o setor rodoviário.

Justiça libera licitação do transporte coletivo em Joinville

A Prefeitura de Joinville tem um ano para lançar a licitação do transporte coletivo, em determinação judicial passível de recurso.

Em decisão publicada na sexta, a 1ª Vara da Fazenda Pública estipulou esse prazo para a concorrência e também reconheceu uma dívida de R$ 125,4 milhões do município com as duas empresas por causa do desequilíbrio do contrato entre 1998 e 2010 (tarifa esteve abaixo do indicado na planilha de custos). O montante, hoje em R$ 173,4 milhões se atualizado pelo INPC desde o final de 2012, deve ser usado no pagamento da outorga no momento da licitação, ou seja, Gidion e Transtusa pode usar o crédito para “pagar” a quantia a ser exigida pela Prefeitura na futura licitação – a cobrança é feita às empresas interessadas em explorar o serviço. Em Curitiba, no início da década, foi adotado modelo semelhante na concorrência (a lembrança do exemplo é da coluna, não da sentença).

A batalha judicial envolvendo o transporte coletivo iniciou em 2010, quando as empresas entraram com ação sobre o desequilíbrio do contrato. Perícia judicial apontou débito de R$ 268 milhões da Prefeitura com as empresas entre 1997 e 2010. No final de 2012, o governo Carlito Merss reconheceu R$ 125,4 milhões desse débito. Como esse valor viria a ser previsto na outorga na licitação, as empresas não protestaram. O governo Udo Döhler não aceitou e passou a rejeitar o acordo, apontando necessidade de aval da Câmara. A metodologia aplicada na perícia da dívida também foi questionada. O contrato, feito sem licitação em 1999, venceu em janeiro de 2014 e foi prorrogado até que saísse a concorrência. Nesse intervalo, em abril de 2015, as empresas conseguiram liminar para suspender as tratativas da concorrência – cuja preparação já estava praticamente paralisada – até que fosse decidido o futuro da dívida. Foi nessa ação que saiu da decisão de agora, com determinação de licitação e reconhecimento parcial da dívida.

Cálculo

O montante de R$ 125,4 milhões, reconhecido em 2012, foi definido com base em recomendação de consultoria. Naquele momento, o débito já estava em R$ 341 milhões (atualização da dívida apurada na perícia). Com redução do valor da remuneração do capital investido e desconto dos juros, o montante caiu.

No edital

Como imaginam que mesmo menor, jamais a Prefeitura terá como reembolsar a quantia, as empresas não devem ver problema em abatimento na concorrência. Afinal, ainda que apareçam concorrentes dispostos a pagar R$ 125,4 milhões à Prefeitura para explorar o sistema pelos próximos anos, o município teria de usar o recurso para pagar as atuais concessionárias.

Não levaram

Na ação do transporte coletivo, em dado momento as empresas de ônibus apresentaram pedido de prorrogação do contrato por mais 15 anos, conforme a alegação da Prefeitura. A solicitação não foi aceita.

Pela planilha

Em outra decisão judicial sobre o transporte coletivo de Joinville, sentença confirmou liminar de 2015 com determinação para a Prefeitura atender à planilha de custos ao definir o valor da passagem do ônibus.

Texto de Jefferson Saavedra

Fonte: Jornal A Notícia

Transporte coletivo terá horário especial para o carnaval em Joinville

As empresas concessionárias do transporte público de passageiros de Joinville informam os horários do serviço durante o período de Carnaval.

Na segunda-feira, dia 12 de fevereiro, o transporte coletivo urbano de Joinville irá operar com horário de sábado. No dia 13, terça-feira de Carnaval, os ônibus irão circular com horário especial.

As informações sobre os horários do transporte coletivo podem ser obtidas pelo SAC – Serviço de Atendimento ao Cliente, no telefone 0800 47 5001 (a ligação é gratuita), no site onibus.info no navegador do computador, tablet ou smartphone ou nos terminais/estações com os supervisores.

Fonte: A Notícia

Primeiro veículo da nova Busscar já está em testes

Um dos primeiros veículos produzidos pela Busscar para homologação foi flagrado circulando nas redondezas do parque fabril da empresa, no bairro Costa e Silva em Joinville na tarde de ontem (31/01/2018).

Este veículo foi montado a partir do modelo Busscar Elegance 340, porém deverá ser lançado com outro design e outra nomenclatura.

Até o momento temos informação de que foram montadas duas unidades do Elegance, uma sobre chassis Mercedes-Benz O-500R e outra Scania K-310, mas não conseguimos identificar qual das unidades se trata do veículo flagrado.

A Busscar está de volta!

Foto: Ônibus de Joinville e Região

Foram vistos dois exemplares 0km do modelo Elegance 360 na cor branca, um com chassi Mercedes-Benz e outro com chassi Scania. Há também um chassi Volvo, mas este não está encarroçado ainda. A Volkswagen ainda não enviou um chassi para homologação.

A Carbuss/Busscar fabricará ônibus rodoviários nas versões 340, 360, 380, 400 e DD, sendo que o carro chefe será a versão 360. Quanto ao nome, ainda não está definido, poderá ser Elegance, Jum Buss ou algo completamente novo. A carroceria definitiva já está pronta, inclusive há uma maquete na empresa.

A nova Busscar respeita a história da antiga, tanto que resgatou um Nielson Urbanus bem especial, justamente o primeiro carro que saiu da linha de montagem em 1987. Este veículo está exposto na frente da fábrica com luzes de Natal e o nome Busscar escrito.

A nova empresa já conta com funcionários de alto escalão e a intenção é que o lançamento seja o mais breve possível com direito a um cerimonial de abertura da empresa.

Foto: Ônibus de Joinville e Região

Obs.: As fotos ganharam emoticons para proteger a identidade das pessoas presentes. A publicação das fotos e do texto foram gentilmente cedidas pela equipe da página Ônibus de Joinville e Região.

Fonte: Ônibus de Joinville e Região

Ligação entre Joinville e o Litoral do Paraná voltará a ser feita pela Graciosa em breve

O drama de usuários que utilizam linhas com destino à Guaratuba e à Paranaguá a partir de Joinville pode ter um fim

Em 29/01/2017 as linhas saindo de Joinville e Itapoá para Guaratuba e Paranaguá operadas pela Viação Graciosa Ltda. tiveram a licença operacional suspensa por motivo de força maior. A suspensão ocorreu através de um auto de infração expedido pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), e decidido judicialmente pela Vara Federal de Joinville.

No dia 8 deste mês, a ANTT publicou a deliberação de licença operacional à Graciosa Transportes e Turismo Ltda. para seis linhas rodoviárias, entre elas as linhas Guaratuba/SC x Itapoá/SC (Figueira), Matinhos/PR x Joinville/SC e Paranaguá/PR x Joinville/SC. As novidades são as linhas Matinhos/PR x Joinville/SC e Pontal do Paraná/PR x Garuva/SC.

Veja na íntegra

DELIBERAÇÃO Nº – 125, DE 8 DE JUNHO DE 2017

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, no uso de suas atribuições, fundamentada no Voto DMV – 031, de 29 de maio de 2017, e no que consta do Processo nº 50500.466330/2016-77, delibera:

Art. 1º Emitir Licença Operacional da empresa GRACIOSA TRANSPORTE E TURISMO LTDA-ME para os mercados Adrianópolis/PR – Apiaí/SP, Curitiba/PR – Apiaí/SP, Guaratuba/PR – Itapoá/SC, Matinhos/PR – Joinville/SC, Paranaguá/PR – Joinville/SC, Pontal do Paraná/PR – Garuva/SC, disponibilizados na 1ª etapa conforme Deliberação nº 224, de 2016.

Art. 2º Emitir a Licença Operacional – LOP nº 152 da empresa GRACIOSA TRANSPORTE E TURISMO LTDA-ME, para inclusão destes mercados.

Art. 3º Estabelecer que as linhas e seções após alteração da LOP estarão disponíveis no sítio eletrônico da ANTT ( w w w. a n t t . g o v. b r ) .

Art. 4º Esta Deliberação entra em vigor na data de sua publicação.

JORGE BASTOS
Diretor-Geral

As linhas deliberadas ainda não foram publicadas na web para consulta pública.

Texto de Gustavo Campos

1 2 3 7