Transpiedade continua em Itajaí

Contrato com empresa paranaense foi refeito numa reunião que varou a noite. Empresa vai ganhar R$ 500 mil por mês.

Se você depende de ônibus para ir ao trabalho, escola ou outro compromisso em Itajaí, fique tranquilo: o serviço vai continuar. Numa reunião que terminou depois das 22h de sexta-feira, a prefeitura decidiu refazer o contrato com a empresa Transpiedade, que é do Paraná e que há um ano presta o serviço pelas ruas da cidade.

O contrato, que já teve duas renovações, terminou dia 28, sexta-feira. Havia um boato pela cidade que a empresa estaria de malas prontas.
De acordo com Sandro Ricardo Fernandes, secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão da prefeitura de Itajaí, não houve a renovação automática mas foi feito um novo contrato emergencial com a Transpiedade.

Esse novo contrato muda, por exemplo, a contribuição que a prefeitura dá mensalmente à empresa para compensar as gratuidades, meias passagens e outros custos.
“Agora ao invés de ficar pagando todo mês um valor diferente, fazendo cálculos para o reequilíbrio do contrato, foi estabelecido um valor fixo”, informou.

Segundo Sandro Fernandes, a reunião com técnicos de várias secretarias, gabinete do prefeito e procuradores com representantes da empresa foi longa. “Foram feitos vários cálculos, avaliadas várias planilhas. Só terminou lá pelas 10 horas da noite”, contou.
Na avaliação do secretário, continuar o contrato com a Transpiedade vai trazer menos transtornos para a cidade. “Foi a decisão mais vantajosa. Senão você teria que fazer todo um novo trabalho de adaptação, trazer pessoal de fora para isso e esse custo todo seria repassado para o município”, argumenta. O contrato foi firmado por mais seis meses.
De acordo com Rodrigo Lamin, secretário de Urbanismo de Itajaí, cerca de 285 mil pessoas passam todo mês pelas catracas dos ônibus do sistema de transporte público na cidade. “Destes, em torno de 52 mil são passageiros gratuitos e 35 mil estudantes pagando meia passagem”, informa.

Licitação pode sair até final do ano

Técnicos do Laboratório de Trânsito (LabTrans), da universidade Federal de Santa Catarina, estão produzindo um estudo sobre mobilidade urbana em Itajaí. Sandro Fernando diz que o LabTrans tem até novembro pra entregar o relatório.
É com base nesse estudo, que a prefeitura vai fazer o edital para a licitação do serviço de transporte público urbano em Itajaí. Por isso, acredita, é possível que o processo licitatório saia até o final do ano.

Fonte: Diarinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *