Modelo de transporte coletivo

Na primeira semana de 2022 tivemos a oportunidade de conhecer um pouco do transporte coletivo de Araucária, no Paraná. A simpática cidade, localizada na Região Metropolitana de Curitiba possui um sistema de transporte coletivo que serve – ou deveria servir – de modelo para boa parte das cidades em nosso país.

O TRIAR (Transporte Integrado de Araucária) foi licitado em 2021 e teve suas linhas divididas em três lotes (Norte, Sul e Norte/Sul). Três empresas distintas foram as vencedoras do processo licitatório, sendo que cada uma opera em um dos lotes apresentados acima. As empresas operadoras são Sharp Transportes (Lote 1), On Bus (Lote 2) e Imperial Transportes (Lote 3) e utilizam no sistema o total de 95 ônibus, sendo que praticamente toda a frota é nova.

Anteriormente o serviço vinha sendo executado pela Auto Viação Tindiquera, que não conseguiu reduzir os valores das passagens conforme solicitado pela Prefeitura de Araucária. A tarifa inicial do novo sistema foi de R$ 2,20 (07/2021), reduzida para R$ 1,95 (09/2021) e para R$ 1,70 (12/2021).

Devido ao valor convidativo das passagens, o TRIAR possui alto fluxo de passageiros e grande disponibilidade de linhas e horários. A remuneração das empresas é calculada por quilômetro rodado e custeada pela Prefeitura de Araucária. Algumas cidades também adotam sistemas de transporte coletivo similares, como é o caso de Gaspar, por exemplo. Ainda assim, o sistema de Araucária destaca-se pelo baixo valor das passagens pago pelo usuário do sistema.

Deixe um comentário